Full width home advertisement

Curiosidades

Saúde

Medicina

Post Page Advertisement [Top]

saúde

Primeiros Socorros - Veja o Que Fazer Em Caso de Emergência..


"Todo cuidado é pouco quando se trata da coisa mais importante das nossas vidas: os filhos. Não tiramos os olhos deles, mas basta uma piscadela pra coisa toda acontecer"

Crianças são assim, curiosas e destemidas por natureza, querem explorar e conhecer cada centímetro do mundo que a cercam, e é assim que deve ser. Crianças que hoje exploram livremente e descobrem seu mundo possuem mais chances de tornar-se um adulto interessado e empenhado em aprender, e nossa obrigação como pais é permitir que este processo aconteça da forma mais natural possível, e principalmente, com a segurança e o cuidado necessário para que este processo aconteça saudável e proveitoso para todos.

O mais importante é prevenir. Confira aqui como proteger seu filho de acidentes no primeiro ano de vida:

A primeira e mais imprescindível dica é manter a calma! Somente com ela você poderá agir rapidamente e salvar a vida do seu filho.

Tenha em vista, de preferência na geladeira ou no quadro de recados, os números de emergência do Samu(192) e dos Bombeiros(193).

Como agir perante algumas das situações mais comuns? Confira abaixo um resumo do guia básico e consulte sempre que necessário:

Convulsão

Deitar a criança de lado apenas para se acaso ela vomitar não correr o risco de afogamento, tirar objetos de perto que possam machucar, proteger a cabeça, afrouxar toda a roupa.  Após o ocorrido levar ao hospital.

Hemorragias 
 
Lavar, cobrir com gaze ou pano limpo, comprimir até parar o sangramento.
 
Compressão direta

Não retire a gaze do ferimento por conta do coágulo. Atadura.

Elevação do membro

Acima do tórax em combinação de compressão.

Compressão indireta

Ferimentos fundos, no braço – comprimir a arteira braquial localizada próxima da axila. Na perna – artéria femural localizada próxima a virilha. Em grandes hemorragias não faça, nunca, em hipótese alguma, esqueça torniquetes.

Sangramentos nasal

Coloque a criança de cabeça para baixo comprimindo o local, ou as duas narinas até parar.

Sangramento boca

Gaze, compressão direta, mais ou menos durante 10 minutos. Se cair/quebrar o dente: Guardar o dente no leite, e levar para o odontopediatra.

Desmaio 
 
Verificar a respiração, deitar em local seguro. Caso demore para acordar ligue para emergência.
 
Cortes pequenos

Lavar com soro ou água e sabão, apenas.

Corte profundos

Lavar com soro ou água e sabão, estancar o sangramento.

Queimaduras Térmicas

Colocar o machucado embaixo da torneira por alguns minutos. Não passar nada. Compressas frias alivia a dor. Serviço de emergência caso tenha bolha ou ferimento grave. Caso queime a roupa e a pele junto não remover a roupa.

Queimaduras Químicas 

Enxague por cerca de 20 minutos o local. Cubra a queimadura e leve a emergência. Tire a roupa. Nunca colocar nada na queimadura.

Queimadura de Sol
 
Primeiro grau, compressa fria.
 
Queda 

Se bater a cabeça a criança deve ser avaliada por um médico. Ficar atentos à vômitos. Não deixar a criança dormir é um mito.

Torções e fraturas 

Imobilizar com tábua, revistas, jornais ou qualquer objeto que possa servir como mobilizador. Com um pano ou uma gaze enrole o local por cima do objeto. Gelo: bolsa de gelo, nunca na pele diretamente.

Choque elétrico 

Primeiramente, desligar a corrente elétrica da casa, só então toque a vítima.

Parada cardiorrespiratória 

Iniciar massagem no peito e respiração boca a boca, enquanto o socorro médico é acionado.

Intoxicação

Não provocar o vomito. Cheire a boca da criança para tentar identificar qual produto foi ingerido.
Pasta de dente também é tão perigosa por conta do flúor. Lavar a boca com água corrente.  Não administre líquidos. Leve o produto com você na emergência.

Picadas 

Compressão fria. Ferrão: tentar remover. Alérgica: inchar olhos, boca, orelha, correr para a emergência.

Afogamento 

Checar a respiração. Se não estiver, deve-se iniciar um procedimento conhecido como Reanimação Cardiopulmonar (RCP). Ligue para emergência.

Engasgos

Objeto na garganta. Prevenção: Até 6 meses dê apenas líquido para o bebê, e até os 4 anos de idade a boca ainda não está preparada para lidar com objetos sólidos, se tiver um objeto na boca ela não saberá o que fazer, e então engole. Brinquedos, jamais com partes pequenas.

Engasgo leve

A criança ainda emite sons. Deixe-a tossir.

Engasgo grave

sem respiração. Bater nas costas e compressões no tórax. Bebe voltado para baixo. Bebe física que não responde.


Veja no vídeo abaixo como proceder corretamente a esta situação:



Todo cuidado é pouco, mas na medida certa as crianças precisam de liberdade para explorar este mundo novo, mágico e cheio de aventuras. Seu crescimento e desenvolvimento dependem desta importante fase.
Fonte: roteirokids.com.br

Nenhum comentário:

Bottom Ad [Post Page]

| Design por Alex Johnny Prado - Adster